fbpx

Etanol: recurso energético e alternativa ecológica

Etanol: importante recurso energético e alternativa ecológica

Algumas pessoas não sabem, mas a prática de misturar etanol anidro à gasolina, assim como misturar água ao etanol vendido nos postos, não é incomum. 

Diferente da popular “gasolina adulterada”, essa mistura está prevista na lei brasileira. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a legislação brasileira estabeleceu por meio da Portaria nº 143 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que a mistura pode ser feita. 

Entretanto, existe uma porcentagem específica que evita modificações drásticas na composição dos combustíveis. A adição de etanol anidro, por exemplo, deve ser feita com o percentual de apenas 25% na gasolina comum. 

No entanto, caso a adição de etanol à gasolina seja acima do limite estipulado, pode haver consequências para o veículo como: falhas e corrosão das peças do sistema de injeção eletrônica.

E o motivo para essa mistura é simples: o baixo custo. Esse método é uma importante saída para baixar o preço do combustível.

De acordo com Francisco Nigro, conselheiro da SAE Brasil, em entrevista à Quatro Rodas, ”adicionar etanol à gasolina é uma saída para baixar o preço do combustível e substituir o chumbo tetraetila como agente para aumentar a octanagem”. 

Vale lembrar que só no primeiro semestre do ano a gasolina aumentou seis vezes, chegando a custar R$ 6 o litro. 

Apesar dessa ser uma prática comum no Brasil, em outros países isso não acontece. Nos Estados Unidos e em países Europeus, a gasolina é pura, o que proporciona um menor consumo de combustível, já que o motor apresenta um rendimento melhor. 

Por que apostar no álcool como recurso energético e ecológico? 

Muito tem se falado sobre alternativas para diminuir o gasto com combustíveis, principalmente a gasolina, já que as altas nos preços têm sido constantes no último semestre. 

O etanol é caracterizado como um biocombustível, e é uma ótima alternativa ecológica para quem busca minimizar os gastos ao abastecer. 

Sua composição é obtida a partir de plantas, como cana-de-açúcar, milho, mandioca, batata e outros vegetais. O que o torna uma substância renovável, já que é fabricada por meio de recursos da natureza.

Além disso, o etanol polui menos o meio ambiente porque emite menos gases na atmosfera, tanto durante seu processo de fabricação quanto durante o uso. 

Para se ter ideia, em 2020, o Brasil alcançou a maior produção de etanol da história. De acordo com dados da Conab — Companhia Nacional de Abastecimento —, o país totalizou 35,6 bilhões de litros obtidos por meio da cana-de-açúcar e do milho. 

Outro diferencial desse combustível em comparação à gasolina, além do preço, é a higienização do motor, que se mantém mais limpo por mais tempo. 

Em contrapartida, nem todos os veículos podem receber etanol, ele só pode ser utilizado por automóveis que tenham motor flex, ou seja, que aceitam tanto álcool quanto gasolina. 

Outro ponto para prestar atenção é a temperatura do ambiente. Em dias mais frios, por exemplo, o etanol perde seu poder de combustão, o que resulta em uma demora maior ao ligar o motor. 

Gasolina ou etanol: qual dos combustíveis vale mais a pena investir?

A maioria das pessoas relacionam o melhor investimento com base no valor por litro de cada combustível. Entretanto, deve-se observar outros fatores, como: o nível de poluição de cada substância, qual combustível gera mais energia e qual a eficiência energética do automóvel. 

Veículos antigos tendem a consumir mais combustível que veículos novos, por exemplo. Nesse caso, a gasolina é a melhor opção, já que o álcool, apesar de conferir uma potência maior, é consumido cerca de 30% mais rápido. 

Especialistas indicam fórmulas matemáticas para calcular qual substância de energia é financeiramente mais viável. Ao abastecer, o preço do etanol por litro deve ser dividido pelo da gasolina, caso o resultado seja menor ou igual a 0,70, o etanol é mais vantajoso. Porém, caso o valor seja superior, a gasolina é a melhor opção. 

Independentemente do combustível utilizado, vale lembrar que nenhum deles é 100% natural. Então, vale a pena escolher aquele que melhor atende suas necessidades, levando em consideração o valor, a frequência de uso, além das questões ambientais, como a redução de gases poluentes. 

*

A Metagal, líder no mercado de espelhos retrovisores, sistemas de retrovisão e no desenvolvimento de câmeras para monitoramento veicular, é um exemplo da constante busca por inovação. Há mais de 50 anos no setor, a empresa investe pesado em pesquisas, capacitação de seus profissionais e novas tecnologias. 

 

Sem comentários. Faça o primeiro comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *